diário da Giornate – “Too much Johnson” redescoberto!

Diário da Giornate

O mundo da preservação audiovisual recebeu na semana passada uma notícia muito especial. Foi encontrado em um depósito de – olha que coincidência – Pordenone, na Itália, um filme de Orson Welles que era considerado perdido. Too much Johnson (1938) era originalmente um conjunto de 3 curtas que Welles pretendia usar para abrir cada um dos 3 atos de uma peça homônima que ele estava produzindo no Mercury Theater, um teatro em Nova Iorque que ele fundou em 37. A peça era uma encenação de uma farsa de 1894 de William Gillette. O teatro não tinha a estrutura necessária para exibir filmes, então a peça estreou sem os prólogos e os curtas ficaram inacabados, sem nunca terem sido exibidos.

Paolo Cherchi Usai, co-fundador da Giornate del Cinema Muto de Pordenone e Curador Sênior na George Eastman House, em Nova Iorque, supervisionou o projeto de restauração do filme. Sobre a descoberta, ele disse:

Essa é de longe a restauração mais importante da George Eastman House em muito tempo. Ter em mãos a mesma cópia que havia sido pessoalmente editada por Orson Welles há 75 anos provoca uma emoção que é simplesmente indescritível.

Pamela Hutchinson, do blog Silent London, entrevistou Usai para o jornal The Guardian, vale a pena ler.

É muito louco pensar que o filme passou tanto tempo esquecido em algum canto de Pordenone, justamente uma das cidades mais importantes do mundo para a preservação do cinema silencioso! Uma cena das filmagens disponível nesse link mostra um pouco do que vem por aí.

Too much Johnson

Esse vídeo, lançado pela George Eastman House, mostra um pouco do processo de restauração do filme, é demais:

Poucos sabem que antes de “Cidadão Kane” (1941) Welles já tinha feito dois filmes. Esse que acabou de ser redescoberto foi o segundo de sua carreira. O primeiro, “The hearts of age” (1934) está disponível online. Aí vai:

Nessa história toda, a notícia que mais me interessa é que a grande estreia de “Too much Johnson” será na Giornate desse ano. Claro, não há melhor lugar para esse evento especial que a cidade do maior festival de cinema silencioso do mundo que, por um mistério ainda não desvendado, foi onde o filme apareceu! A sessão será no dia 9 de outubro e eu estarei lá para presenciar esse momento tão importante! E a ansiedade só aumenta… :)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s